Investidor Especialista: Investindo de Forma Inteligente

Benjamin Graham é conhecido como o grande mentor de Warren Buffet e um grande Investidor Especialista. Veja os pontos chave de sua metodologia assertiva para o investidor inteligente.

Benjamin Graham era um homem culto ao estilo clássico e investia utilizando um método puramente quantitativo ao alcance de qualquer um, empregando informações de domínio público.

Seu principal objetivo era a busca por “barganhas”, companhias vendidas por menos que o seu capital de giro líquido.

Ao longo da grande crise de 29, Benjamin Grahan, desenvolveu várias citações para exemplificar a sua nuance sobre posicionamento psicológico nos investimentos.

A mais conhecida delas é a do “Mr. Market”.

Conteúdos do Post 🙂

Benjamin Grahan – Principais estratégias:

De acordo com Grahan, existem seis coisas a serem observadas no processo de avaliação de uma ação:

Alguns poderão querer considerar também quantas vezes os juros da dívida são cobertos pelo lucro da empresa.

Para o investidor defensivo Graham apresenta dez critérios para seleção de ações:

  • Tamanho Adequado (empresa com, pelo menos, $100 milhões em vendas ou $50 milhões em ativos no caso de uma empresa de utilidade pública)
  • Uma posição financeira suficientemente forte.
  • Um histórico de dividendos contínuos por pelo menos 20 anos.
  • Nenhum prejuízo nos últimos 10 anos.
  • 10 anos de crescimento nos lucros-por-ação de, pelo menos, um terço (33%).
  • O preço da ação inferior a 1,5 x o valor dos ativos líquidos.
  • O preço da ação inferior a 15x o lucro dos últimos três anos.
  • O produto do P/L pelo Preço/Valor Patrimonial por ação deve ser inferior a 22,5.
  • Um índice Lucro/Preço – o inverso do índice P/L – de, pelo menos, o mesmo valor que a taxa de um título de dívida bem classificado (AAA Bond)
  • Para aqueles investidores que querem se preocupar o mínimo possível com a sua carteira, Graham recomenda a diversificação.

Estratégias de Fundos Como Operar como um Investidor Especialista:

Grandes Fundos nacionais e estrangeiros costumam tomar suas decisões de compra e venda baseados nos fundamentos das empresas recorrendo a modelos que ajudam na precificação.

Resumidamente, uma empresa vale o seu potencial de gerar caixa de hoje para frente.

Não importa o que ela gerou para trás e sim o quanto ela ainda pode gerar.

Talvez isso pareça bastante superficial, mas pegue um exemplo de um padaria.

Você sabia que negócios que nem padarias são negociados por quanto eles “rendem” mensalmente? A maior parte das avaliações desse tipo de negócio é feita multiplicando o lucro mensal (ou faturamento) por uma quantidade de meses.

Digamos que você compre uma padaria a 30 vezes lucro líquido, ou seja, investiu R$ 600.000,00.

Agora digamos que você deu fez uma boa administração e o estacionamento passou a gerar R$ 25.000,00 por mês. Concorda comigo que se você fosse vender hoje, você iria pedir 30 vezes R$ 25.000,00, ou seja, R$ 750.000,00?

Da mesma forma, se o proprietário aumentar o aluguel da sala comercial, o que reduziria seu lucro para R$ 15.000,00, seu estacionamento valeria R$ 450.000,00.

Toda precificação depende do futuro e não do passado. Captou?

E como passar isto para as ações?

Nas ações não é diferente, mas ao invés de lucro, os participantes projetam todo caixa futuro da empresa (receita, custos, investimento, amortizações, etc) e trazem esse fluxo para o valor presente.

A dificuldade não é fazer a conta porque isso qualquer planilha de Excel pode fazer, a dificuldade é estimar esse fluxo de caixa futuro.

Quanto mais informação o analista tiver sobre a empresa e sobre qualquer fator que vai impactar no fluxo de caixa futuro da empresa, mais assertiva serão suas projeções e é justamente aqui que nasce o grande problema para nós pessoas físicas.

Estes grandes Institucionais costumam possuir vasta área de research (análise) e muitas vezes são cercados de muitos contatos, dotando tais participantes de acesso privilegiado à informação.

Informações estas que nós, pobres pequenos investidores, não temos acesso.

Infelizmente, não há como concorrer com esses players em termos de informação e a isso dá-se o nome de Assimetria de Informação.

Isso quer dizer que não temos acesso ao que esses players olham para operar.

Assimetria de Informação – Desvantagem ou Oportunidade?

Obviamente que saber menos gera uma desvantagem, mas isso não é uma questão de escolha porque é um fato e que ocorre em todos os mercados.

Contudo, existe um outro lado da moeda e que passa despercebido pela imensa maioria das pessoas que é o rastro deixado pelas Instituições.

Pense comigo:

Se você decidir comprar R$ 100.000,00 em PETR4, ou seja, o equivalente a cerca de 6.711 ações ao preço de R$ 14,91, qual o impacto que essa compra geraria no preço?

Sabendo que na média, existem entre 10.000 e 12.000 ações ofertadas na compra ou venda em cada nível de preço, se você comprar 7.400 ações de uma vez, sua ordem vai deslocar o mercado em um centavo, no máximo.

Agora imagine como um participante consegue comprar (ou vender) 500.000 ações! (como no exemplo anterior através da corretora Morgan)

Será que ele colocou essa quantidade (500 mil ações) numa oferta única de venda a um determinado preço e esperou ser executado?

Isso é improvável de acontecer, porque o mercado perceberia sua real intenção (vender uma grande quantidade de ações) e sairia vendendo na frente (front running) fazendo este player ser obrigado a vender a preços mais baratos.

A realidade é: os Institucionais fracionam os lotes para reduzir o impacto no mercado.

O mais intuitivo é imaginar que este participante vai fracionar o lote a ponto de tornar sua influência no mercado o menos visível e impactante possível.

Imagine que ele vá vender de 5.000 em 5.000 mil ações por vez.

Primeira – Colocar uma oferta de venda e entrar na frente de todos os vendedores e esperar ser executado.

Segunda: Aceitar vender as ações a melhor oferta de compra e “dar o fechado no negócio”. A isso damos o nome de Agredir. Nesse caso é uma agressão de venda, porque foi o vendedor quem tomou a iniciativa e aceitou vender o preço que o comprador pedia.

O fato é que os Institucionais costumam “agredir” para fazer suas posições no mercado porque demandam execução imediata e especialmente porque costumam ter mais lotes para executar.

Quando ele for vender as próximas ações, a próxima oferta de compra provavelmente estará um pouco abaixo porque ele consumiu quase toda a liquidez que existia na compra a aos preços atuais.

Novamente este player (na verdade o algoritmo que ele está utilizando) fará uma escolha de vender uma quantidade de ações ao preço de mercado e esperar ser executado ou de aceitar vender a um preço mais baixo (agredir a compra e garantindo execução imediata).

A urgência em executar a ordem, o tamanho total do lote e a quantidade de ofertas na contraparte vão determinar a agressividade da estratégia de execução desses players institucionais.

Quanto maior a urgência em vender, quanto maior a quantidade total de ações que ele precisa vender e quanto menor for a quantidade de ofertas na compra, maior tende a ser a propensão deste player em agredir o mercado.

Como Operar? Conclusão:

Sabendo que os grandes participantes do mercado têm acesso diferenciado à Informação e que é impossível competir com eles, as pessoas físicas deveriam acompanhar a agressão do mercado para saber o que esses grandes participantes estão fazendo.

Quanto maior o montante agredido, maior é o sinal de que há urgência em executar e consequentemente maior tende a ser o lote que o player ainda tem que executar e esse é o rastro deixado pelas Instituições.

Para você que deseja saber mais sobre como se tornar um Investidor Especialista, recomendamos o Curso Investidor Especialista, do Weldes Campos.

Investidor Especialista Weldes Campos Sobre o Curso:

O curso de Investimento Especialista de Weldes Campos é um programa completo de estudo em que você vai poder sair do zero dos investimentos e alcançar o mesmo nível que você ia levar, 3, 4, 5 anos ou ate mais tempo tentando em um curso qualquer por ai.

E para quem já sabe sobre investimentos, para quem já estuda a alguns meses ou ate mesmo alguns anos os métodos que você vai aprender no curso eles vão fazer com que você aprenda investir sem brincadeira com uma eficiência de resultados no minimo 10 x maior do que tem conseguido ate agora.

Investidor Especialista Weldes Campos Conteúdos:

Introdução  Marco Zero

Como começar certo? + atividade em áudio para lidar melhor com dinheiro O Mercado Financeiro Psicologia de Mercado

Renda Fixa

Módulo 1 – Tipos de Renda Módulo 2 – Cálculo de Rendimentos Módulo 3 – Mudando a Estratégia

Renda Variável

Módulo 1 – Análise Fundamentalista Módulo 2 – Análise Técnica Módulo 3 – Mercados Financeiros Módulo 4 – Criando Estratégias Módulo 5 – 8 Métodos Comprovados Módulo 6 – Robôs e Automação de Estratégias

Além disso, você terá:

  • Ferramentas
  • Sites Úteis para Análise
  • Programas Úteis
  • Programas de Afiliados
  • Indicadores Úteis
  • Bônus Impulsionadores de Resultados

Cada módulo, assunto e inserção foram muito bem pensados, tanto na ordem que aparecem quanto, é claro, no conteúdo e a forma que ele é apresentado. Esse curso apresenta do zero tudo sobre o mundo dos investimentos de forma simples, rápida e eficaz. Você se formará, como o próprio nome diz, um investidor especialista.

Para os que já têm uma base e até realizam operações, o Investidor Especialista te mostrará ferramentas poderosas para potencializar seus resultados em até 10 vezes. Nossas estratégias não são apenas teorias, nas aulas você assistirá a prática acontecendo e como o resultado é concretizado.

Além do alto nível do curso e todo o conhecimento adquirido, você poderá ficar sossegado com relação às garantias do curso.

Investidor Especialista Weldes Campos Diferenciais:

Confira abaixo o que pensamos para te deixar tranquilo e só precisar se preocupar com os estudos:

SUPORTE COMPLETO:

Direito a receber um suporte 100% COMPLETO. Haverá um espaço só para você tirar suas dúvidas e elas serão respondidas de forma quase instantânea. Nossa equipe formada pelos melhores investidores estarão apostos para te acompanhar nessa trajetória. Acreditamos que ter a ajuda certa com a resposta certa faz toda diferença.

Investidor Especialista Weldes Campos Vale a pena?

Com certeza.

Lembrando os critérios de Graham para escolha de ativos, existem seis coisas a serem observadas no processo de avaliação de uma ação:

Alguns poderão querer considerar também quantas vezes os juros da dívida são cobertos pelo lucro da empresa.

  • Tamanho Adequado (empresa com, pelo menos, $100 milhões em vendas ou $50 milhões em ativos no caso de uma empresa de utilidade pública)
  • Uma posição financeira suficientemente forte.
  • Um histórico de dividendos contínuos por pelo menos 20 anos.
  • Nenhum prejuízo nos últimos 10 anos.
  • 10 anos de crescimento nos lucros-por-ação de, pelo menos, um terço (33%).
  • O preço da ação inferior a 1,5 x o valor dos ativos líquidos.
  • O preço da ação inferior a 15x o lucro dos últimos três anos.
  • O produto do P/L pelo Preço/Valor Patrimonial por ação deve ser inferior a 22,5.
  • Um índice Lucro/Preço – o inverso do índice P/L – de, pelo menos, o mesmo valor que a taxa de um título de dívida bem classificado (AAA Bond)
  • Para aqueles investidores que querem se preocupar o mínimo possível com a sua carteira, Graham recomenda a diversificação.

O curso de Investimento Especialista de Weldes Campos é um programa completo de estudo em que você vai poder sair do zero dos investimentos e alcançar o mesmo nível que você ia levar, 3, 4, 5 anos ou ate mais tempo tentando em um curso qualquer por ai.

E para quem já sabe sobre investimentos, para quem já estuda a alguns meses ou ate mesmo alguns anos os métodos que você vai aprender no curso eles vão fazer com que você aprenda investir sem brincadeira com uma eficiência de resultados no minimo 10 x maior do que tem conseguido ate agora.

Através do botão abaixo você poderá obter mais informações e se inscrever no Curso Investidor Especialista.

Fonte:http://www.portaltech.blog.br/metodo-win-milionario/